Faça sua doação para nosso projeto clicando no botão ao lado.

Caminhoneiros sofrem nas estradas

 Reportagem do Bom dia Brasil (05/09/2014) destaca os problemas do caminhoneiros brasileiros.

Conforme pesquisa realizada por uma concessionária nas rodovias do Brasil e apresentada dia 05/09/2014, no jornal Bom Dia Brasil, são mais de dois mil acidentes por ano provocado por motoristas que dormem ao volante.

Dados que foram divulgados pela Polícia Rodoviária Federal constam que o problema de saúde pode aumentar, ainda mais, o risco de acidentes.

Na pesquisa, foi comprovado, por acidentes ocorridos e por depoimentos dos próprios motoristas que a pressão, pelas empresas, para cumprir metas ou ter o dinheiro para saldar as dívidas no final do mês, as jornadas exaustivas e prejudicam o sono, que é reduzido; o descanso, que deixa de existir e a alimentação que é desfavorável à boa saúde.

Após 18 meses de entrevistas com 3.405 caminhoneiros, os resultados apresentaram assustadores números. Que aliás, já tínhamos sido alertados pelas pesquisas realizadas pelo trabalho Ministério Nossa Missão, com o Missionário Sidrônio Filho em Paulista-PE e com o Rev.Hélio Silva em Cubatão-SP:

35,97 % estavam obesos;

40,53 % com sobrepeso;

15,00 % sofriam de hipertensão;

28,00 % tinham colesterol alto;

39,00% apresentavam glicemia alta

São resultados advindos da somatória dos diferentes desgastes por pressões e do uso de anfetaminas por 13 % dos profissionais do volante. O uso dos conhecidos “rebites” deixou de ser novidade, a grande surpresa está por conta de outras substâncias que são as drogas pesadas como o crack, a cocaína e misturas mais possantes e maléficas.

Dos entrevistados, 24,00 % já sofreram algum tipo de acidente e, apenas 30,00 % dispõem de plano de saúde.

A conclusão da pesquisa fica por conta do perigo da imposição de jornadas exaustivas pelas empresas, sobre os caminhoneiros, sendo risco para todos que estão trafegando pelas rodovias.
 

Compartilhe



Veja Também