Faça sua doação para nosso projeto clicando no botão ao lado.

Livramento de Deus

 Fé na Estrada - Bauru

No último sábado a equipe Fé na Estrada-Bauru esteve no pátio da AMBEV-Agudos. Muitos caminhoneiros foram abordados e puderam ouvir sobre o Caminho, a Verdade e a Vida e receber a Bíblia Sagrada.

Entretanto, ouve um grupo de três gaúchos que chamou a atenção. Sentados à sombra, um tomava chimarrão, outro ficava atento aos assuntos que o terceiro falava com entusiasmo, demonstrando, sem rodeios, ser o líder-nato entre os três. Quando a equipe chegou e falou sobre o Fé na Estrada ele não se conteve e logo foi dizendo de sua fé. Comentou de sua prática diária em separar um tempo especial para “conversar com Deus”. Disse que onde estiver, quando chega aquele horário – se estiver dirigindo, para o caminhão – tem o tempo com Deus e, se for o caso, continua a caminhada.

Muito falante, aproveitou para testemunhar o mais recente livramento de Deus em sua vida: Certo dia, após abastecer o caminhão, funcionou o possante e quando dava saída, algo o incomodou para verificar os pneus. Desligou o motor e conferiu um por um. Todos estavam na calibragem exata. Até pensou: Nem precisa ter olhado! Quando foi dar nova partida, novamente, algo o incomodou para que o para-brisa fosse lavado. Olhou, tinha apenas alguma sujeira insignificante, mesmo assim pediu ao frentista e tudo ficou limpinho.

Daí, sem novo “incomodo”, deu nova partida e colocou seu veículo na estrada. Não andou mais que alguns quilômetros e, estarrecido, presenciou uma cena chocante... Da pista contrária, uma carreta supercarregada, perdeu a direção, avançou sobre a pista por onde ele passaria, e de forma violenta, tombou com a carreta e carga esmagando a cabine. Foram tentadas várias formas para salvar o motorista, mas ele morrera na hora, em meio as ferragens retorcidas. Nesse ponto, ele deu uma breve parada no testemunho, para dizer e agradecer a Deus que o guardara, livrando de se envolver naquele acidente.

O tempo de parada para verificar os pneus tinha sido pouco, Deus o fez desligar o motor novamente, para lavar o para-brisa e retardar os preciosos segundos, que foram suficientes para evitar a passagem e cruzamento com aquela carreta. Certamente, poderia ser uma colisão frontal com resultados ainda mais desastrosos. Agradecido a Deus, recebeu a Palavra de Deus, dizendo que ela seria sua nova companheira nas estradas, sempre aumentando sua fé. (jam) 

Galeria de imagens

Compartilhe



Veja Também