Faça sua doação para nosso projeto clicando no botão ao lado.

Home / Artigos

Acertando a direo

"Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus”. (Romanos 8:14)
 

Todos motoristas profissionais ou amadores devem saber as decisões urgentes que devem tomar quando as rodas dianteiras de um veículo começam a não querer seguir a mesma direção, uma puxa para um lado e a outra para o lado contrário. A desarranjo é tão marcante que elas começam a tremer, parecendo uma verdadeira briga por domínio de direção.


Os braços do condutor é quem sofrem as consequêrncias para manter todo o conjunto na direção programada.


Isso tráz grande prejuízo. Desgastes de pneus, de peças e riscos de graves acidentes.


Não há o que pensar! Chegou a hora de levar o veículo à oficina para os devidos reparos. Ali, tudo será corrigido, as rodas serão alinhadas, o balanceamento evitará o tremor (que é assustador) e as rodas funcionarão de maneira harmônica, aliviando o trabalho do condutor, que dirigirá tranquilamente o veículo ao seu destino.


Podemos comparar essa situação do veículo com a nossa situação de vida.


Não importa nossa cultura, de quem descendemos ou mesmo onde estamos. Deus nos dá sabedoria para, sempre, sabermos e discernirmos que não há dois ou mais caminhos. O verdadeiro é um só, devemos qual é o certo e qual o errado!


Ai está o início das nossas desavenças interior: o que é errado começa a puxar para o lado do pecado e o que é certo se esforça para não pecar. É uma luta gigantesca onde nossos olhos, que tudo vê, transmite a mensagem ao nosso cérebro, que tudo sabe, tentando convencer nossa mente à desfrutarmos de tudo que é visto e atraente: “prostituição, impureza, paixão, concupiscência, avareza, ira, cólera, malícia e palavras torpe” (Colossenses 3: 5, 8 e 9) .


Como no caso do veículo, quando isso acontece, é tempo para procurarmos a “oficina” (Igreja, cultos, Escola dominical, reuniões sobre a Palavra e aconselhamentos) sendo as formas que Deus nos oferece como suporte terreno para nos corrigirmos.


A luta, que é ferrenha, atinge a todos. O Apóstolo Paulo, na carta aos Romanos 7:23, já expressava essa guerra ao dizer: “mas vejo nos meus membros outra lei que batalha contra a lei do meu entendimento, e me prende debaixo da lei do pecado que está nos meus membros.”


Não esperemos pelo desastre fatal mas, nos esforcemos para estarmos nas melhores mãos, que nos conduzira pelo Caminho tranquilo de Vida e Salvação. (jam)
 

Compartilhe



Veja Também