Faça sua doação para nosso projeto clicando no botão ao lado.

Home / Artigos

Acabou o carnaval...

Busquemos os perdidos enquanto podemos achá-los.

Para alguns, foram apenas quatro dias de desenfreada libertinagem. Dias em que Satanás escancarou as portas do "tudo pode", do pecar é normal onde os limites da moral e decência são literalmente desrespeitados.


É um espaço aberto para avançar na pseudo liberdade onde a "fina sociedade" se esconde atrás da ilusória máscara e dá oportunidade para que o pai da mentira utilize as mentes vazias para criar as mais extravagantes e diabólicas fantasias. Basta um vacilo para que pessoas tidas como de grande religiosidade caiam na armadilha, achando que é apenas uma diversão.


E a brincadeira não fica somente nas danças e pulos dentro do salão. As proporções aumentam à medida que as horas, as bebidas e as drogas avançam e os limites, permissivamente, deixam de existir... dentro ou fora dos clubes.


Nos desfiles das escolas de samba os exageros e extravagâncias são inimagináveis. A criatividade na armação dos carros, as decorações e os gastos são extravagantes, colocando sobre eles artistas famosos, alguns divulgados pela mídia como pessoas sérias e compromissadas com usos e bons costumes, mas que naquele momento demonstra ser totalmente o inverso. É nesse clima satânico que se despem do ar angelical e de toda vestimenta decente, expondo, literalmente, as partes sagradas do corpo que o Senhor formou.


Isso faz com que a própria música que cantam dizendo que "tristeza não tem fim, felicidade sim", anuncie que o carnaval acabou e com ele, a passageira felicidade também se foi, restando apenas tristeza, infelicidade e, certamente, o arrependimento de tudo que fez de errado.
É quando "a ficha cai" e sente a frustração causada pela mentira, quando deixou Deus do lado de fora de seu coração para "cair na folia"; abandonou o perfeito para abraçar o imperfeito; desviou do Caminho para se enlamear no descaminho.


Que Deus não permita que o chamariz para a Copa do Mundo seja o que o carnaval apresenta. Afinal, com tantas belezas naturais que o Senhor brindou a terra brasileira, não creio que nosso governo se utilize desse inefável e indesejado argumento.


Se você conhece pessoas que viveram esses dias no erro e pecado, não perca a oportunidade para apresentá-la a Jesus. Fale do Seu amor incondicional, do perdão e do Caminho para a Salvação.


Testemunhe que, estando com Ele a tristeza tem fim, que ela pode ter perturbado durante as noites de carnaval mas, a alegria vem logo na primeira manhã em que abrimos o coração para Jesus se fazer presente. E, essa felicidade Ele quer que seja eterna.


Esteja junto com essa ou essas pessoas durante este novo ano, para que passem a viver maravilhosamente a realidade que a Igreja de Jesus realiza através de seus acampamentos em ocasiões especiais, especificamente durante os eventos mundanos.


Busquemos os perdidos enquanto podemos achá-los, (jam)
 

Galeria de imagens

Compartilhe



Veja Também