Faça sua doação para nosso projeto clicando no botão ao lado.

Home / Artigos

Confisso de pecados

 Reflexão do amado Rev. Cláudio Reis.

A confissão de pecados é uma prática essencial para o exercício da espiritualidade cristã. Já que “todos pecaram” e “aquele que diz não ter pecado é mentiroso e faz Deus mentiroso”, o cristão é aquele que, mesmo buscando a santidade, sabe-se pecador e por causa disto é cuidadoso em seu auto-exame diário, praticando sinceramente a confissão “perdoa as nossas dívidas. (Romanos 3; 1João; Mateus 6).


O grande problema é que o homem foge da culpa, visto que, assumir os próprios erros é sempre algo doloroso para o “eu” e que exige firmeza de caráter. Adão fugiu da presença de Deus e procurou colocar a culpa de seus atos em Eva e Davi só confessou seu adultério depois de uma confrontação severa por parte do profeta. Nós também somos assim …


Todos nós erramos. Todos nós somos pecadores. Onde está a diferença? A diferença está em assumir o erro. Os fariseus acreditavam na possibilidade de uma conduta humana “sem pecados” e assim serviram para Jesus como o maior exemplo de falsa religiosidade. Por causa disto é importante enfatizar que cristão não é aquele que nunca erra, mas sim aquele que, quando erra, demonstra o fruto do arrependimento e procura consertar as consequências do erro cometido.


Assumir nossa culpa pode ser difícil, porém é um nobre gesto e o único remédio para a restauração de nossa comunhão com Deus e com o próximo. Que Deus nos ajude a fazermos da confissão de pecados uma prática diária, profunda e corajosa.

Deus nos abençoe.


Rev. Cláudio Correia dos Reis
 

Galeria de imagens

Compartilhe



Veja Também