Faça sua doação para nosso projeto clicando no botão ao lado.

Home / Artigos

Das faltas de um irmo

 Para reflexão!

 “A igreja é o único exército que deixa para trás os seus feridos”. (anônimo)

“Irmãos, se alguém for surpreendido nalguma falta, vós, que sois espirituais, corrigi-o, com espírito de brandura; e guarda-te para que não sejas também tentado. Levai as cargas uns dos outros, e assim cumprireis a lei de Cristo. Porque se alguém julga ser alguma coisa, não sendo nada, a si mesmo se engana...” (Gálatas 6:1-3)

“De modo que deveis, pelo contrário, perdoar-lhe e confortá-lo, para que não seja consumido por excessiva tristeza. Pelo que vos rogo que confirmeis para com ele e vosso amor” (II Coríntios 2: 7-8)

“Ora, nós que somos fortes, devemos suportar as debilidades dos fracos, e não agradar-nos a nós mesmos... Ora, o Deus de paciência e consolação vos conceda o mesmo sentir de uns para os outros, segundo Cristo Jesus”  (Romanos 15: 1, 5)

“Revesti-vos de misericórdia e paciência... Suportai-vos uns aos outros, perdoai-vos mutuamente... Assim como o Senhor vos perdoou, assim também perdoai vós; acima de tudo isto, porém, esteja o amor...” (Colossenses 3: 13-14)

“Então Pedro, aproximando-se, lhe perguntou: Senhor, até quantas vezes meu irmão pecará contra mim, que eu lhe perdoe? Até sete vezes? Respondeu-lhe Jesus: Não te digo que até sete vezes, mas até setenta vezes sete” (Mateus 18: 21-22).

Deus o abençoe!
Rev. Cláudio Correia dos Reis

Galeria de imagens

Compartilhe



Veja Também