Faça sua doação para nosso projeto clicando no botão ao lado.

Home / Artigos

Encontrando O Caminho

“Não vim chamar os justos, e sim pecadores” (Mateus 9.13b)  

Sempre, na conversa com caminhoneiros, acabamos ouvindo suas histórias e experiências de vida, passados nos trechos de estradas.

Há os que gostam de contar vantagens, os que, ainda, estão na “Lei de Gerson”, que falam das ultrapassagens perigosas, das abusivas “quebradas de asas” e das surpresas dadas por policiais rodoviários, com pesadas multas aos que abusam desse e outros comportamentos proibidos. É nessas conversas que, também, nos deparamos com os fantasiosos que acrescentam coisas absurdas, saindo do verdadeiro para criar estórias no imaginário.

Falam de passagens por pontes improvisadas com tábuas estreitas, com sua carreta sobrecarregada; dos muitos quilômetros que rodou com o tanque de combustível vazio e tantos outros “causos” que, por descrédito, nem vale nos preocuparmos guardar em nossa mente, ou passar adiante. Entretanto, na “outra pista”, há os que preferem andar no Caminho, dirigindo só na velocidade permitida; carregando cargas nos limites de pesos e dimensões, sempre observando e obedecendo as leis do trânsito. Suas histórias são dignas de serem repassadas aos companheiros e até testemunhados entre pessoas que mantém reservas quando a fala é de caminhoneiro.

São eles que não perdem as oportunidades para “puxar conversa” sobre as maravilhas de Jesus Cristo, nas paradas para descanso, alimentação ou abastecimento, que são locais onde se concentram muitos caminhoneiros. Ali, encontra amigos de estrada, e não raramente, aqueles que necessitam de uma palavra de consolo, conforto e carinho. São pessoas que estão distantes da família; passam por dificuldades financeiras; estão com prestações atrasadas; enfrentam problemas com fretes ou até mesmo, problemas com a própria saúde física e espiritual.

Nada é por acaso, são momentos que Deus cria, e dá sabedoria, para o bom caminhoneiro usar as palavras certas de fortalecimento e encorajamento, crendo que firmado na Mensagem de Jesus, tudo irá cooperar para o bem e melhora da situação. Às vezes, esse encontro é único e, apesar de não ter a menor notícia sobre a vida daquele que recebeu a Mensagem num momento de dificuldade, a certeza que a “Palavra não volta vazia, mas prosperará naquilo que foi designada” (Isaias 55.11), traz paz ao seu coração para que continue a usar o dom, dado por Deus, nesse ministério com caminhoneiros. Essas ações têm transformado vidas.

São caminhoneiros que ouvem, reconhecem, abandonam o erro, a mentira, se arrependem dos pecados e aceitam trilhar o Único e Verdadeiro Caminho de Salvação, pois Jesus disse: “Não vim chamar justos, e sim pecadores” (Mateus 9.13b). (jam)  

Compartilhe



Veja Também