Faça sua doação para nosso projeto clicando no botão ao lado.

Home / Artigos

Recompensa por pregar o Evangelho

 A salvação é da pessoa, mas o privilégio é nosso.

Naqueles antigos filmes de “bang-bang”, era comum ver cartazes com a foto do bandido e uma recompensa sendo oferecida para quem o capturasse. Usando essa ilustração, somos como crentes, chamados a um oficio de resgate. Os “criminosos” que estamos em busca, na verdade estão perdidos em seus pecados. Mas, será que existe alguma recompensa para esse trabalho? Seria correto esperar algo pelo empenho na obra missionária?

A resposta é sim! Mas, não será uma recompensa financeira como nos filmes, e sim uma bênção espiritual para nós e para a igreja.

A primeira recompensa, é participar desse trabalho. Todos almejamos uma tarefa que marque o mundo em que vivemos. Pregar o evangelho é um privilégio porque à medida que pregamos Deus pode transformar pessoas. Saber que fizemos parte da salvação de alguém, não tem comparação com nenhuma outra satisfação deste mundo.

A segunda recompensa, é ser transformado à medida que pregamos transformação. Isso porque à medida que ensinamos, somos ensinados; quando intercedemos, somos edificados; quando discipulamos aprendemos com o mestre.

Terceira, criamos laços de amor com as pessoas. Hoje perdemos esse costume! Porém, me lembro de ouvir na igreja, expressões como: “Sou o pai na fé de fulano...” isso significa que a pessoa foi usada por Deus para que a outra se convertesse. E o vínculo é realmente de uma família. A gratidão para com a pessoa que pregou o evangelho é um grande presente.

Mas, certamente a maior das recompensas é saber que estamos honrando o nome de Jesus Cristo ao obedecer em seu chamado. Quando nos empenhamos em conquistar pessoas para Cristo, estamos, de fato, valorizando seu sacrifício. Estamos obedecendo a Deus acima de tudo e amando nosso próximo como a nós mesmos.

Sendo assim a recompensa por servir a Jesus, nesses termos, é de saber que somos servos bons e fiéis (Mt 25.21).

Que sejamos todos encontrados dessa forma, no esmero e esforço de agradar a Deus, o privilégio é nosso!

Deus nos ajude!
 

Compartilhe