Faça sua doação para nosso projeto clicando no botão ao lado.

Home / Artigos

Esgotamento espiritual

“Não sabes? Não ouviste? O Senhor é o eterno Deus, o Criador ... Dá força ao cansado e multiplica o poder de quem não tem vigor... os que esperam no Senhor renovarão suas forças...” (Isaías 40:28-31)

O cansaço é parte da natureza humana e indica que fizemos um esforço que exige um momento de repouso. O cansaço não é mal, é um sinal do nosso corpo aos nossos limites. Por isso Deus fez um dia de vinte e quatro horas, colocando em nosso aparato neurológico o descanso do sono como uma necessidade diária de oito horas, em média. Além disso, a Bíblia ensina que o Pai celeste fez o sábado (dia de descanso para o homem e os animais) e o ano sabático (ano de descanso para a terra e a lavoura).


Pode existir cansaço espiritual? Eu creio que sim. Há pessoas que estão nitidamente esgotadas emocional e fisicamente, e por não atentarem para os seus limites começam a ter problemas também na alma. São problemas da vida que, ao se arrastarem muito tempo sem uma solução, pode girar nosso vigor espiritual. É nestes momentos que oramos como o salmista “Até quando, Senhor?” (Sl. 13.1).


Mas há também a possiblidade do crente passar por um esgotamento fruto da sua própria dinâmica carnal, ou seja, neste caso não são os problemas próprios da vida que afligem, e sim os problemas que ele mesmo cria que o esgotam. Não nos iludamos, todas as pessoas tem uma cota de problemas, visto que o próprio Senhor nos alertou “no mundo tereis aflições” (João 16:33); todavia alguns são especialistas em os aumentarem.


O esgotamento espiritual na vida do crente pode ter várias origens. Algumas são: pecado não confessado, materialismo, vida dupla, ativismo religioso, falta de compromisso com a oração, amargura e ritualismo. Tais coisas são como veneno para a alma, esgota o vigor espiritual e tiram da pessoa a alegria de estar em comunhão com Deus e com Seu povo. Precisamos tomar cuidado! Precisamos orar para que a promessa de renovação feita por Deus através de Isaias seja uma realidade em nós, nossa família e nossa igreja.


Deus nos abençoe!
Rev. Cláudio Correia dos Reis
 

Compartilhe



Veja Também